Diários de Bordo BrunoFonseca - ZOE

Avatar do Utilizador
BrunoFonseca
Mensagens: 865
Registado: 16 jul 2018, 12:32
Data de fabrico: 29 mai 2018

Re: Diários de Bordo BrunoFonseca - ZOE

Mensagem por BrunoFonseca » 21 jun 2020, 12:50

MRider Escreveu:
21 jun 2020, 02:16
BrunoFonseca Escreveu:
20 jun 2020, 23:14
Pois o pessoal que conheço já aceita que os VE são o futuro, mas que existem alguns incovinientes nomeadamente o investimento inicial elevado.
Não necessariamente . Os usados ainda tem muita vida pela frente. E as vezes são quase metade do preço.
Hoje em dia com tantas opções não tem um VE quem não quer.
Em certa medida concordo.
Acho que falta ali aquele incentivo adicional, como fazer um test drive à séria.
Já lhes falei o ENVE em Lisboa lá para Setembro que poderá ser uma boa oportunidade de experimentar VEs

Avatar do Utilizador
BrunoAlves
Proprietário Ioniq EV
Mensagens: 4685
Registado: 30 abr 2016, 12:39
Data de fabrico: 16 jun 2014
Capacidade bateria: 57Ah
Localização: Mealhada

Re: Diários de Bordo BrunoFonseca - ZOE

Mensagem por BrunoAlves » 21 jun 2020, 15:06

Eu por acaso discordo... Isso pode ser verdade para uma franja da população, da classe média que não vive à rasca para cima.
Conheço bastantes pessoas que quando trocam de carro só conseguem comprar um xaço de 5000€ ou menos, alguns muito (muito!) menos.
E sim, vão gastar muito dinheiro em gasolina e na oficina até o carro morrer e terem de o trocar por outro. Mas façam a ginástica que fizerem não conseguem comprar um carro muito mais caro.

O meu Clio, que vendi para comprar o Leaf, foi vendido por menos de 2000€ para um rapazote que estava em início de vida independente. Ainda hoje rola sem quaisquer problemas a registar. É impossível fazeres uma compra dessas num VE. Totalmente impossível.
Se forem conduzir, não bebam. Se forem beber, chamem-me!!! :D

cfvp
Mensagens: 505
Registado: 11 nov 2017, 23:14

Re: Diários de Bordo BrunoFonseca - ZOE

Mensagem por cfvp » 21 jun 2020, 16:48

É verdade, BrunoAlves. Também conheço pelo menos um caso de alguém que não tem mesmo hipóteses de comprar um VE, mesmo usado e dos mais baratos que há à venda. Mesmo que ele decidisse fazer o esforço inicial para ter o VE, depois para amortizar basicamente não compensaria porque os kms que faz não são assim muitos. Além de que ficaria com um único carro com uma autonomia muito limitada.

No entanto por outro lado, acho que quem tem todas as condições para ter um, deveria pensar seriamente nisso. Aliás eu não vejo razão para não optarem por um. Só que enfim, há sempre aqueles que gostam de barulho e de perder tempo a por mudanças para trás e para a frente e não pensam em mais nada. :lol:
Nissan Leaf N-Connecta 40kWh desde 15-03-2019

Avatar do Utilizador
migle
Mensagens: 2883
Registado: 01 set 2017, 00:21
Data de fabrico: 25 set 2017
Capacidade bateria: 78Ah
Localização: Alcochete

Re: Diários de Bordo BrunoFonseca - ZOE

Mensagem por migle » 21 jun 2020, 17:19

O problema é estarmos a comparar a versão base do 208 com o e208 e são carros incomparáveis. Nada como experimentar.

Mas 12000€ em combustível faz-se rapidamente. Pensando em consumos reais, não nos consumos de ficção, com bom preço de eletricidade, a poupança são 1000€ por cada 10000km, portanto faz-se em 120 mil.

Não é um bom cartão de visita? O carro não se esgota em 120 mil km. Um elétrico com 120 mil km está novo, mas a versão base do 208 já não estará. E a partir daí, o que fizer a mais é lucro.

Mudando apenas a atitude com que se olha para o número, eu diria que é espantoso que um carro tão bom, da categoria do e208, se torna ao preço do carrinho pequeno a gasolina ao fim de apenas 120 mil km.

O meu está com 95 mil. Já amortizei 9500€...
Ioniq EV Imagem — Prius+ Imagem

Responder

Voltar para “Renault Zoe”