Diário de bordo do Hyôiô

Fórum de discussão dos VE e híbridos plug-in da Hyundai
ZEdaCaparica55
Mensagens: 87
Registado: 25 jun 2018, 22:03
Data de fabrico: 01 dez 2016
Capacidade bateria: 57 Ah

Re: Diário de bordo do Hyôiô

Mensagem por ZEdaCaparica55 » 20 ago 2019, 11:06

Grande aventura!
As viagens grandes e para mais, lá fora, trazem sempre a incerteza da disponibilidade de PCRs, aplicações, cartões, etc.
Será que não seria possível encontar um sistema de pagamento tipo Via Verde ou Multibanco, para podermos viajar sem "ansiedades"?

Avatar do Utilizador
migle
Mensagens: 2933
Registado: 01 set 2017, 00:21
Data de fabrico: 25 set 2017
Capacidade bateria: 78Ah
Localização: Alcochete

Re: Diário de bordo do Hyôiô

Mensagem por migle » 20 ago 2019, 11:56

Eh pá, Via Verde em Espanha para mim é que é ansiedade... Já uma vez me funcionou no pórtico de entrada mas não funcionou no de saída... acabaram por me deixar passar sem pagar.
Ioniq EV Imagem — Prius+ Imagem

Avatar do Utilizador
rnlcarlov
Mensagens: 1813
Registado: 16 jun 2015, 18:08
Data de fabrico: 04 mai 2011
Capacidade bateria: 41.1 Ah
Localização: Lisboa

Re: Diário de bordo do Hyôiô

Mensagem por rnlcarlov » 05 nov 2019, 12:46

Este fim de semana fui ao Algarve, fazer uma escapadinha para Silves para fugir à chuva de Lisboa. Sem carga no destino, para sul fiz as paragens do costume em Aljustrel e Loulé. Para Aljustrel fiz uma média de 14,5kWh/100km com CC a 120 na AE. Tive um bom timing pois cheguei quando estava um Kauai a sair. Queria só carregar até 84%, SOC até ao qual o Hyôiô carrega a 125A, mas o posto pregou-me uma partida, pois não aceitava o meu cartão para parar a carga :shock: . Estava a partilhar o posto com um zoe e por algum bug o PCR estava a considerar a passagem do meu cartão como um novo utilizador, logo dava-me simplesmente indicação de todas as tomadas ocupadas. Por causa do zoe não podia ativar a paragem de emergência, logo tive de aguentar até ele parar de carregar aos 94%.

A paragem em Loulé correu como normal, parei a carga aos 75% sem stress de cartão desta vez e dirigi-me para o IKEA para meter comida no bucho e acabar de carregar o carro a 6.6kW. Estavam 3 das 4 tomadas a ser usadas, e poucos segundos depois de ligar o carro vai tudo abaixo. Felizmente estava ali um funcionário do IKEA (os carregadores estão mesmo ao lado de onde eles vão fumar) que foi rearmar o quadro e pude carregar sem mais interrupções. Dali até Silves foram uns 44km, e cheguei com 80%, tendo feito a via do Infante a 100-105km/h.
No Sábado passeei por Silves e depois fui a olhão conhecer o folar de Olhão.
Para evitar ter de fazer duas cargas no Domingo, passei novamente por Loulé para carregar até 100%. Após os 94% carregados em CCS passei para a Mennekes (temos de usar o nosso próprio cabo neste posto), mas apesar de indicar carga iniciada parecia que não entrava corrente. No display do posto não passava dos 0kWh transferidos e no display do carro indicava sempre 55min para o fim da carga. Ao fim de uns 8min fartei-me daquilo, e fui até ao PCN de 22kW recentemente instalado na cidade (mas cheio de fumarentos nos lugares). Felizmente um dos lugares tinha vagado e pude carregar sem mais chatices, por um quarto de hora até aos 100%.
Nesse dia cheguei a Silves com 83%.
Para o regresso vim pelas nacionais até São Bartolomeu de Messines, apanhado depois a A2 até Aljustrel. O tempo nesse dia estava muito chuvoso e ventoso mesmo no Algarve e cheguei ao PCR com consumo de 15.8kWh/100km. Carreguei até 94% e rumei a Lisboa com CC a 110km/h, devido ao tempo pouco propício a baixos consumos. Cheguei a casa com 13% SOC e um consumo de 14.3kWh/100km.
Nesse dia ainda tive de ir fazer umas compras após umas 3 horas de carga, mas voltei a encontrar uma situação caricata a carregar. Pus o carro no posto da Av. Roma, onde já estava um zoe a carregar. Para meu espanto, ao voltar, o carro esteve sempre a carregar a 1,4kW. As definições estavam para carga à velocidade máxima e aquele posto dá para carregar a 32A, logo foi mais um fenómeno do Entrocamento para fechar este fim de semana de cargas estranhas.

Avatar do Utilizador
rnlcarlov
Mensagens: 1813
Registado: 16 jun 2015, 18:08
Data de fabrico: 04 mai 2011
Capacidade bateria: 41.1 Ah
Localização: Lisboa

Re: Diário de bordo do Hyôiô

Mensagem por rnlcarlov » 28 dez 2019, 17:46

Fui passar este Natal em Penela, para ver o famoso presépio. Só que a Elsa fez o favor de danificar a instalação, pelo que dias antes soube que ia estar encerrado. Mas como já tinha reserva feita num hotel lá perto, lá fui eu.
Como o hotel tinha Tesla DC, fiz directo de Lisboa a Penela pela A1, A23 e A13, com CC a 100km/h (190km). Mas a 20km do destino vi que estava apertadito, já que a A13 tem um tanto relevo. Tinha conseguido chegar mantendo a velocidade, mas a passageira começou a stressar e tive de baixar para os 90km/h. À chegada andei a passear pela vila e pelo castelo, e encontrei um PCN da magnum cap ainda desligado, que nem sequer aparecia no electromaps.
Depois do passeio fui para o hotel, chegando com 12% e encontrando um Kauai a carregar. Só mais tarde, por volta da 19h30 é que o posto vagou e pude por o Hyôiô à carga. Após o jantar ainda dei uma volta a Penela para ver a iluminação de Natal, e depois nova carga até encher durante a noite.
No dia seguinte o plano inicial era regressar logo a Lisboa pela manhã, mas disseram-nos que o presépio tinha quase terminado as reparações e já iria abrir da parte da tarde, pelo que de manhã fomos dar um passeio nas redondezas, vendo a cascata da Pedra da Ferida, a Praia fluvial da Louçainha, a aldeia de xisto de Gondramaz, e depois foi o problema de encontrar um restaurante aberto no dia de Natal, o que se resolveu indo a Miranda do Corvo.
Efectivamente o presépio abriu da parte da tarde, e ainda por cima não cobraram nada aos visitantes desse dia :)

Depois da visita era hora de regressar, e como já não tinha bateria cheia, teria necessariamente de parar para uma carga, logo fui sempre a 120km/h. Para fugir aos PCRs com mais ocupação da A1, carreguei no novo PCR de Torres Novas, saindo no último nó da A23 antes de entrar na A1. Na miio aparecia indisponível mas já havia relatos de outras pessoas carregarem durante a semana. Estava tudo a funcionar bem, e tive reunião do pessoal da área de serviço à volta do meu carro, pois ainda não tinham dado por ninguém a carregar lá. Parei a carga com 83% e rumei a Lisboa nos limites legais de velocidade, tendo chegado com 30 e tal %.

Avatar do Utilizador
BrunoAlves
Proprietário Ioniq EV
Mensagens: 4743
Registado: 30 abr 2016, 12:39
Data de fabrico: 16 jun 2014
Capacidade bateria: 57Ah
Localização: Mealhada

Re: Diário de bordo do Hyôiô

Mensagem por BrunoAlves » 28 dez 2019, 22:01

Máquina :clap:
Se forem conduzir, não bebam. Se forem beber, chamem-me!!! :D

bpedrosa
Mensagens: 257
Registado: 25 out 2018, 10:04
Data de fabrico: 22 jan 2019
Capacidade bateria: 120 Ah

Re: Diário de bordo do Hyôiô

Mensagem por bpedrosa » 30 dez 2019, 09:33

rnlcarlov Escreveu:
28 dez 2019, 17:46
Fui passar este Natal em Penela, para ver o famoso presépio. Só que a Elsa fez o favor de danificar a instalação, pelo que dias antes soube que ia estar encerrado. Mas como já tinha reserva feita num hotel lá perto, lá fui eu.
Como o hotel tinha Tesla DC, fiz directo de Lisboa a Penela pela A1, A23 e A13, com CC a 100km/h (190km). Mas a 20km do destino vi que estava apertadito, já que a A13 tem um tanto relevo. Tinha conseguido chegar mantendo a velocidade, mas a passageira começou a stressar e tive de baixar para os 90km/h. À chegada andei a passear pela vila e pelo castelo, e encontrei um PCN da magnum cap ainda desligado, que nem sequer aparecia no electromaps.
Depois do passeio fui para o hotel, chegando com 12% e encontrando um Kauai a carregar. Só mais tarde, por volta da 19h30 é que o posto vagou e pude por o Hyôiô à carga. Após o jantar ainda dei uma volta a Penela para ver a iluminação de Natal, e depois nova carga até encher durante a noite.
No dia seguinte o plano inicial era regressar logo a Lisboa pela manhã, mas disseram-nos que o presépio tinha quase terminado as reparações e já iria abrir da parte da tarde, pelo que de manhã fomos dar um passeio nas redondezas, vendo a cascata da Pedra da Ferida, a Praia fluvial da Louçainha, a aldeia de xisto de Gondramaz, e depois foi o problema de encontrar um restaurante aberto no dia de Natal, o que se resolveu indo a Miranda do Corvo.
Efectivamente o presépio abriu da parte da tarde, e ainda por cima não cobraram nada aos visitantes desse dia :)

Depois da visita era hora de regressar, e como já não tinha bateria cheia, teria necessariamente de parar para uma carga, logo fui sempre a 120km/h. Para fugir aos PCRs com mais ocupação da A1, carreguei no novo PCR de Torres Novas, saindo no último nó da A23 antes de entrar na A1. Na miio aparecia indisponível mas já havia relatos de outras pessoas carregarem durante a semana. Estava tudo a funcionar bem, e tive reunião do pessoal da área de serviço à volta do meu carro, pois ainda não tinham dado por ninguém a carregar lá. Parei a carga com 83% e rumei a Lisboa nos limites legais de velocidade, tendo chegado com 30 e tal %.
Excelente!!! Também já fiquei nesse hotel há uns meses...
Para cima, e como não tinha pressa fui pela nacional. Almocei em Santarém, e aproveitei para dar um aconchego num PCN, depois foi um passeio por Chamusca, Entroncamento, Tomar... Penela. Estive lá dois dias e, que eu desse por isso fui o único a carregar no TDC.

Avatar do Utilizador
rnlcarlov
Mensagens: 1813
Registado: 16 jun 2015, 18:08
Data de fabrico: 04 mai 2011
Capacidade bateria: 41.1 Ah
Localização: Lisboa

Re: Diário de bordo do Hyôiô

Mensagem por rnlcarlov » 30 dez 2019, 20:02

bpedrosa Escreveu:
30 dez 2019, 09:33
Excelente!!! Também já fiquei nesse hotel há uns meses...
Para cima, e como não tinha pressa fui pela nacional. Almocei em Santarém, e aproveitei para dar um aconchego num PCN, depois foi um passeio por Chamusca, Entroncamento, Tomar... Penela. Estive lá dois dias e, que eu desse por isso fui o único a carregar no TDC.
Não sei porquê, fiquei com a ideia que quem estava a carregar ali não era propriamente um hóspede. Era um carro de uma empresa, desapareceu antes do jantar e não o voltei a ver no estacionamento em redor. Como é só chegar e ligar....

Avatar do Utilizador
rnlcarlov
Mensagens: 1813
Registado: 16 jun 2015, 18:08
Data de fabrico: 04 mai 2011
Capacidade bateria: 41.1 Ah
Localização: Lisboa

Re: Diário de bordo do Hyôiô

Mensagem por rnlcarlov » 20 jun 2020, 18:15

Esta semana o Hyôiô foi ao Algarve, já depois dos feriados para escapar à confusão. O destino foi Monte Gordo, e em vez de fazer tudo por AE como habitual, mudei o trajecto um pouco. Isto só foi possível estando os PCNs daquela zona a funcionar, coisa que há 2/3 semanas não acontecia. Se assim fosse teria forçosamente de carregar no PCR de Loulé para ter autonomia para lá voltar no regresso.
Mas graças a batedores aqui do fórum (gracias, BrunoAlves) tive confirmação que o posto de Monte Gordo estava a bombar e então lá abalei pela A2 até Aljustrel para paragem obrigatória. Só me lembrei de fazer reset ao consumo no tabuleiro da Vasco da Gama e dali até ao PCR, com CC a 120km/h (e uns periodos a 90-100 na ponte devido a trabalhos) cheguei ao posto com 20% de SOC uma média de 14,4kWh/100km.

Carreguei até 85% e segui viagem, saindo da AE em Castro Verde, dirigindo-me a Mértola, onde parei para almoçar o meu farnel com vista para o Guadiana. Dali segui pela N122/IC27 até Monte Gordo, onde cheugei com 24% e um consumo médio de 10.9kWh/100km. Em MG quase não usei o carro após o ter carregado. Por isso hoje saí de lá com 95% na bateria e fiz grande parte do caminho igual, tendo optado por usar a N2 de Castro Verde até Aljustrel. Cheguei à AS com um consumo de 12kWh/100km. A pausa para carga deu para almoçar o meu farnel e tanto o condutor como o carro acabaram de comer ao mesmo tempo.
Saí de Aljustrel com 94% tive um consumo bastante grande durante todo o caminho 16.8-17kW/h. Para além de ir com o AC ligado, tinha uma nortada contra, o que aliás acontece bastantes vezes. Por isso a meio da A12 vi-me obrigado a reduzir para 100km/h e cheguei a casa com 7% e um consumo de 15.4kWh/100.
Enquanto escrevo está o Hyôiô a restabelecer energias. :lol:

Avatar do Utilizador
BrunoAlves
Proprietário Ioniq EV
Mensagens: 4743
Registado: 30 abr 2016, 12:39
Data de fabrico: 16 jun 2014
Capacidade bateria: 57Ah
Localização: Mealhada

Re: Diário de bordo do Hyôiô

Mensagem por BrunoAlves » 20 jun 2020, 19:02

Esse desvio por Castro Verde é impecável, poupam-se muitos kms e portagens a troco de poucos minutos adicionais 8-) Claro só para quem for para a zona de MG, mais "para o meio" já não compensa tanto.

O carro já se sabe, é aquela máquina do demo :clap:
Se forem conduzir, não bebam. Se forem beber, chamem-me!!! :D

Avatar do Utilizador
rnlcarlov
Mensagens: 1813
Registado: 16 jun 2015, 18:08
Data de fabrico: 04 mai 2011
Capacidade bateria: 41.1 Ah
Localização: Lisboa

Re: Diário de bordo do Hyôiô

Mensagem por rnlcarlov » 20 jun 2020, 19:27

BrunoAlves Escreveu:
20 jun 2020, 19:02
Esse desvio por Castro Verde é impecável, poupam-se muitos kms e portagens a troco de poucos minutos adicionais 8-) Claro só para quem for para a zona de MG, mais "para o meio" já não compensa tanto.
Sim, coisa de 10-15 min segundo o Google maps. Tem algumas curvinhas perto de Mértola, mas o trânsito é pouco e quando se chega ao IC27 é quase autoestrada :D

Responder

Voltar para “Hyundai”